2012 VP113 – Objeto do Sistema Solar mais distante até hoje observado

2012 VP113No dia 26 de Março de 2014, os astrónomos anunciaram a descoberta daquele que é o objeto do Sistema Solar mais distante até hoje observado, dado que o seu periélio (ponto da órbita mais próximo do Sol) é o mais afastado de todos os objetos celestes do Sistema Solar que conhecemos atualmente. Para já possui a designação de 2012 VP113 ainda que, provisoriamente, tenha sido colocada a alcunha de Biden, em homenagem ao vice-presidente dos Estados Unidos da América.

O 2012 VP113 é um objeto celeste com, possivelmente, um diâmetro que ronda os 450 km.

O 2012 VP113 é considerado neste momento como um possível planeta anão. É também um objeto transneptuniano, ou seja, sua órbita está para lá da órbita do planeta Neptuno. Sua órbita é muito excêntrica, pois quando este objeto está no seu ponto mais próximo do Sol (periélio), a distância é de 80 UA. De todos os corpos celestes do Sistema Solar que conhecemos atualmente, este é o que tem o periélio mais afastado do Sol. Até agora Sedna possuía esse estatuto, pois seu periélio é de cerca de 76 UA. Em contrapartida, Sedna tem o seu afélio muito mais distante do Sol que o do recém-descoberto 2012 VP113, pois 2012 VP113 tem como afélio 446 UA e Sedna tem como afélio 937 UA!

Porém, é provável que outros objetos sejam descobertos nessa região do Sistema Solar, alguns até mesmo mais distantes que 2012 VP113 e Sedna.

Dada a sua grande distância, o 2012 VP113 demora mais de 4.000 anos a completar uma volta ao redor do Sol, e talvez este seja um objeto pertencente à secção mais interior da hipotética Nuvem de Oort. Este recém-descoberto objeto do Sistema Solar, em termos de órbita, partilha algumas semelhanças com Sedna, um outro candidato a planeta anão e também um longínquo objeto do Sistema Solar.

Um aspecto muito interessante desta descoberta, tem a ver com a análise de sua órbita indiciar a existência de um possível planeta transneptuniano que poderá estar a influenciar a órbita de 2012 VP113 e também a órbita de Sedna. Esse possível planeta poderá ter dimensões bastante consideráveis. De salientar também que esse possível planeta nada tem a ver com a especulação de “Nibiru” (um suposto planeta que não existe).

Share Button
2012 VP113 – Objeto do Sistema Solar mais distante até hoje observado
4.8 (95%) 4 votes
Tagged . Bookmark the permalink.

Comments are closed.