Asterismos

Asterismo - Triângulo de VerãoNa astronomia, os asterismos são figuras imaginárias “desenhadas” no céu por determinadas estrelas. Geralmente, as estrelas que formam os asterismos não possuem ligações entre si, apesar de no céu noturno parecem estar próximas umas das outras, numa mesma região do céu. Por vezes surge alguma confusão entre asterismos e constelações, mas aqui é importante desde já referir que os asterismos são diferentes das constelações.

Numa primeira abordagem, vamos tentar apresentar uma definição para “constelação” e outra para “asterismo”.

Podemos definir as constelações como grupos de estrelas que, observadas a partir da Terra, parecem estar próximas umas das outras e que formam uma determinada figura no céu. A proximidade destas estrelas é apenas aparente, devido ao ponto de vista de um observador da Terra. Na realidade, as constelações são criações humanas, não são grupos de estrelas necessariamente ligadas entre si. Aliás, a grande maioria das estrelas de uma constelação não possui nenhuma ligação “especial” com as outras estrelas da mesma constelação. Uma constelação não é apenas um grupo de estrelas, mas também determinada região do céu associada ao grupo de estrelas. Existem atualmente 88 constelações oficialmente reconhecidas pela União Astronómica Internacional.

Os asterismos são também grupos de estrelas (geralmente grupos com poucas estrelas) que formam no céu um determinado padrão ou figura, sendo criações humanas e não grupos de estrelas necessariamente ligadas entre si (tal como no caso das constelações). Porém os asterismos, ao contrário das constelações, não possuem o reconhecimento oficial. Aí está uma grande diferença. Um asterismo pode ser um grupo de estrelas dentro da mesma constelação, como pode ser também um grupo de estrelas de várias constelações diferentes.

Vamos ver alguns exemplos de asterismos:

As Três Marias – este é um asterismo constituído por 3 estrelas brilhantes (Alnitak, Alnilam, e Mintaka) que fazem parte da mesma constelação, neste caso da constelação de Órion. Este asterismo também é conhecido por Cinturão de Órion. As três estrelas que formam este asterismo surgem no céu quase em linha reta.

Grande Carro – este asterismo é constituído pelas sete estrelas mais brilhantes da constelação da Ursa Maior, nomeadamente Dubhe, Merak, Phecda, Megrez, Alioth, Mizar, Alkaid (ou Benetnash). A constelação da Ursa Maior, que contém o asterismo Grande Carro, situa-se no hemisfério norte celeste.

Triângulo de Verão – este asterismo é facilmente observável durante os meses de verão no hemisfério norte. O Triângulo de Verão é constituído por 3 estrelas brilhante de 3 constelações diferentes, nomeadamente Deneb (constelação do Cisne), Altair (constelação da Águia), e Vega (constelação de Lira).

Existem muitos outros asterismos, porém estes são aqui apresentados como exemplos, tendo em conta que qualquer um deles é bem conhecido pelos observadores mais atentos ao céu noturno.

Share Button
Asterismos
4.3 (86.67%) 3 votes
Tagged . Bookmark the permalink.

Comments are closed.