Colisão de galáxias

Colisão de galáxiasA colisão entre duas ou mais galáxias é um fenómeno astronómico de grande interesse. Todo este processo demora um longo período de muitos milhões de anos, ou até mesmo biliões de anos, e envolve grande quantidade de matéria.

Para uma primeira abordagem a este assunto é importante termos em mente o que é uma galáxia. Em termos simples podemos dizer que uma galáxia é um enorme aglomerado de objetos celestes tais como estrelas e planetas, bem como de gás e poeira, todos estes elementos ligados entre si pela força da gravidade. É nas galáxias que se deteta também a existência da ainda pouco conhecida matéria escura.

A colisão de galáxias é um fenómeno relativamente comum. Ainda que não seja possível vermos todo o processo de colisão entre galáxias (devido ao tempo que este processo demora até ser concluído), são muitos casos de colisão que estão atualmente em andamento.

Com frequência, a colisão entre galáxias resulta na fusão das mesmas tornando-se numa só, devido à força de gravidade que acaba por as fundir.

Quando ocorre uma colisão de galáxias, geralmente não ocorre a colisão de estrelas entre essas mesmas galáxias. A distância média entre as estrelas de uma determinada galáxia é de alguns anos-luz, o que faz que entre as estrelas exista muito espaço livre, fazendo com que a colisão entre estrelas seja pouco provável.

Muitas vezes acontece aquilo que é chamado de canibalismo galáctico, onde uma galáxia de grandes dimensões como que “absorve” uma galáxia mais pequena. Neste caso, a galáxia maior não sofre grandes alterações na sua forma.

Por vezes não ocorre verdadeiramente uma colisão entre galáxias, ou uma “absorção” de uma galáxia por outra, mas apenas troca de matéria entre duas galáxias distintas.

De salientar que tais fenómenos ocorrem devido à força de gravidade que esses objetos celestes exercem uns sobre os outros.

Um caso em concreto e bastante interessante que podemos aqui mencionar, tem a ver com a colisão entre a nossa galáxia, a Via Láctea, e a galáxia de Andrómeda, que provavelmente deverá ocorrer daqui a mais de 4 biliões de anos. De salientar que estas duas galáxias são as maiores do chamado Grupo Local.

Share Button
Colisão de galáxias
4.89 (97.78%) 9 votes
Tagged . Bookmark the permalink.

Comments are closed.