Europa – Satélite de Júpiter

EuropaEuropa, o quarto maior satélite natural do planeta Júpiter. Uma das 4 luas de Júpiter descobertas por Galileu em 1610 quando este apontou o recém-inventado telescópio para o planeta Júpiter. Já se passaram mais de 4 séculos desde sua descoberta, já descobrimos muitas coisas, mas ainda muito temos a descobrir sobre Europa.

Europa tem cerca de 3121 km de diâmetro, sendo um pouco mais pequeno que a nossa Lua. Europa, Ganimedes, Io e Calisto formam o grupo dos 4 maiores satélites do planeta Júpiter, satélites esses que também são conhecidos como luas galileanas, visto terem sido descobertos por Gaileu Galilei.

A lua Europa orbita a uma distância média de cerca de 671.000 km do planeta Júpiter, demorando um pouco mais de 3,5 dias terrestres a completar uma volta ao planeta. Esse é o mesmo tempo que demora a completar uma rotação (uma volta sobre si próprio), fazendo com que Europa tenha sempre o mesmo lado voltado para Júpiter.

A superfície de Europa é composta por gelo. É uma superfície brilhante, muito lisa, com poucas crateras, e com um número significativo de riscos coloridos. Dada a sua distância ao Sol, a temperatura média em Europa deverá rondar os -171 ºC. Apesar dessa baixa temperatura, acredita-se que por baixo da crosta gelada deste satélite de Júpiter, exista um oceano de água salgada com várias dezenas de km de profundidade. A fonte de calor necessária para fazer com que exista água em estado líquido por debaixo da superfície gelada de Europa possivelmente é devido às forças de maré, ou seja, resulta da força de gravidade que Júpiter e os satélites Io e Ganimedes exercem sobre Europa.

Foram várias as sondas espaciais que chegaram a Júpiter e que também visitaram a sua lua Europa, aumentado assim o nosso conhecimento sobre este interessante satélite. Essas missões espaciais foram: Pioneer 10 e Pioneer 11, Voyager 1 e Voyager 2, Galileo, e a New Horizons na sua passagem a caminho de Plutão.

Share Button
Europa – Satélite de Júpiter
4 (80%) 8 votes
Tagged , . Bookmark the permalink.

Comments are closed.