Galileu Galilei – Uma pequena biografia

Retrato de Galileu GalileiGalileu Galilei foi um dos grandes cientistas da História tendo dado grandes contributos nomeadamente no campo da astronomia e da física. Suas descobertas foram verdadeiramente notáveis tendo revolucionado a forma de se fazer ciência. Foi o primeiro a utilizar o telescópio para observações astronómicas, foi um defensor do sistema heliocêntrico, entre muitas outras contribuições. A importância de Galileu para a ciência é tal que é considerado como o pai da ciência moderna. Vamos ver uma pequena biografia de Galileu Galilei, onde são apresentados alguns dos aspetos principais de sua vida e obra.

Galileu Galilei (em italiano, Galileo Galilei) nasceu em Pisa (Itália) a 15 de Fevereiro de 1564. Foi o filho mais velho do músico Vincenzo Galilei e de Giulia Ammannati.

Galileu viveu em Florença entre 1574 e 1581, tendo depois ingressado na Universidade de Pisa para estudar medicina. Algum tempo depois abandona os estudos de medicina para se dedicar ao estudo da matemática. Nessa mesma Universidade de Pisa, em 1589 Galileu torna-se professor de matemática. Em 1592 assume a cátedra da matemática na Universidade de Pádua, onde passou os 18 anos seguintes.

Em 1609, Galileu Galilei ouviu falar de um novo instrumento que consistia num tubo com duas lentes e que permitia ver os objetos como se eles estivessem mais próximos. Com base nessa informação, Galileu meteu mãos à obra e criou ele próprio o seu telescópio. Não é verdade que tenha sido ele o inventor do telescópio, mas ele terá sido o primeiro a utilizá-lo para observações astronómicas e o primeiro a publicar um livro com os resultados dessas observações. A questão de quem foi o inventor do telescópio é bastante discutível, sendo normalmente atribuído ao holandês Hans Lippershey que em 1608 pediu a patente desta instrumento óptico. Porém é provável que também não tenha sido este holandês o inventor. Existem vários outros que são considerados como potenciais inventores do telescópio.

Galileu Galilei então criou seu próprio telescópio e posteriormente o aperfeiçoou. Apesar dos telescópios que ele possuía serem bastante rudimentares e limitados, mesmo comparado com os mais simples telescópios amadores dos dias de hoje, as descobertas que Galileu fez com o telescópio foram espantosas para a época.

Galileu Galilei começou as suas observações em 1609, e logo em Março de 1610 ele publica o resultado as suas observações na sua obra “Sidereus Nuncius” (Mensageiro das estrelas). Essa obra de poucas páginas viria a ser uma das mais importantes da História da ciência. Nela, Galileu apresenta a superfície da Lua como sendo irregular, com montes e crateras; apresenta a descoberta dos 4 satélites de Júpiter, a que ele chamou de “estrelas de Médicis”; apresenta ainda a descoberta que a Via Láctea é na realidade constituída por um enorme número de estrelas que não podem ser distinguidas a olho nú.

Depois da publicação do Sidereus Nuncius, outras descobertas foram realizadas por Galileu Galilei, nomeadamente a descoberta das fases do planeta Vénus e a descoberta das manchas solares.

As suas descobertas apoiavam o modelo cosmológico do heliocentrismo. O sistema heliocêntrico é aquele em que a Terra orbita em volta do Sol, e não o contrário como se pensava naquela época. Galileu foi um forte defensor do sistema heliocêntrico, sistema essa já anteriormente defendido pelo astrónomo polaco Nicolau Copérnico. Até então o modelo cosmológico aceite na época era o geocentrismo, ou seja, a Terra está no centro do Universo. Tanto o Sol, como a Lua, os planetas e até as estrelas orbitam em torno da Terra. Galileu Galilei apresentou várias evidências que apoiava o heliocentrismo.

Mais tarde a defesa do heliocentrismo viria a causar problemas entre Galileu e a Igreja Católica. Em 1616, a Inquisição pronunciou-se contra a ideia de que o Sol é o centro do Universo considerando a teoria heliocêntrica como herética. Em consequência, foi proibido falar do heliocentrismo como realidade física, mas apesar disso era permitido referir-se a este sistema como hipótese matemática. Galileu foi convocado a Roma onde pode expor os seus argumentos. A conclusão do Tribunal do Santo Ofício era que não existiam provas suficientes para concluir que a Terra se movia em volta do Sol, tendo admoestado Galileu a abandonar a defesa da teoria heliocêntrica.

Sidereus Nuncius - Mensageiro das Estrelas

Sidereus Nuncius – Capa do livro publicado em 1610

Em 1623 entra em funções o Papa Urbano VIII, amigo de Galileu e uma pessoa mais aberta a novas ideias científicas. Apesar da abertura deste novo Papa, este rejeitou o pedido de Galileu de revogar o decreto de 1616 que proibia a defesa do heliocentrismo. Apesar disso, Urbano VIII encorajou Galileu a prosseguir com seus estudos sobre o heliocentrismo, porém apenas como uma hipótese matemática e não como uma realidade física.

Mais tarde Galileu escreveu a sua obra “Dialogo di Galileo Galilei sopra i due Massimi Sistemi del Mondo Tolemaico e Copernicano”, por vezes referido de forma mais abreviada como “Dialogo sopra i due massimi sistemi del mondo” (Diálogo sobre os dois principais sistemas do mundo, em português), obra essa publicada em 1632 e que defendia o heliocentrismo. Em consequência, Galileu foi julgado e condenado a prisão e a abjurar as suas ideias. Passou seus últimos anos de vida em prisão domiciliária.

Apesar disso Galileu Galilei sempre se apresentou como cristão, defendendo a veracidade das Sagradas Escrituras. Galileu aceitava a Bíblia como verdadeira, ele apenas estava em desacordo quanto à interpretação da Bíblia que a Igreja Católica fazia naquela época. Para a Igreja daquela época, o heliocentrismo estava em desacordo com a Bíblia. Galileu, que acreditava na Bíblia, não estava de acordo com essa interpretação da Igreja.

Em 1638, estando Galileu cego, publicou a sua importante obra “Discorsi e Dimostrazioni Matematiche Intorno a Due Nuove Scienze” (em português, Discursos e demonstrações matemáticas sobre duas novas ciências).

Para além das descobertas através do telescópio e da defesa do heliocentrismo, a obra de Galileu Galilei não se fica por aqui: ele desenvolveu estudos sistemáticos sobre o movimento uniformemente acelerado e do movimento do pendulo; descobriu a lei dos corpos em queda; enunciou o princípio da inércia bem como o conceito de referencial inercial; inventou a balança hidrostática; inventou um tipo de compasso geométrico; inventou um termómetro que leva o seu nome, termómetro de Galileu.

Galileu Galilei faleceu em Florença em 8 de Janeiro de 1642.

Share Button
Galileu Galilei – Uma pequena biografia
4.15 (83%) 40 votes
Tagged , , , , . Bookmark the permalink.

Comments are closed.