Grupos e Aglomerados de Galáxias

Aglomerado de galáxiasGeralmente as galáxias não vagueiam de forma solitária pelo espaço, pelo contrário, a grande maioria delas faz parte de grupos ou de aglomerados de galáxias ligadas entre si gravitacionalmente.

Mas antes de avançarmos mais neste assunto, é importante responder à questão: o que é uma galáxia? De forma resumida, podemos dizer que uma galáxia é um enorme aglomerado de estrelas, planetas, gás e poeiras ligadas entre si pela força da gravidade. Nas galáxias também é detectável a presença da misteriosa matéria escura, da qual atualmente sabemos muito pouco.

Um grupo de galáxias é uma estrutura que possui até algumas dezenas de galáxias ligadas entre si pela força da gravidade. É o caso, por exemplo, do Grupo Local onde se situa a nossa galáxia, a Via Láctea, bem como a Galáxia de Andrómeda, a Galáxia do Triângulo, entre outras dezenas de galáxias.

Um aglomerado de galáxias (por vezes chamado de enxame de galáxias) é uma estrutura que geralmente possui centenas ou milhares de galáxias ligadas entre si gravitacionalmente. É o caso, por exemplo, do Aglomerado de Virgem.

A diferença entre grupo e aglomerado está essencialmente no número de galáxias, ainda que diversas fontes apontem para números um pouco diferentes para a distinção entre estes dois termos. Por isso, não vamos aqui apresentar um número exato para os distinguir. Podemos falar genericamente de grupo quando o número de galáxias ascende até a algumas dezenas, e podemos falar genericamente de aglomerado quando existem centenas ou mesmo milhares de galáxias.

Por sua vez os grupos e os aglomerados de galáxias podem formar os chamados superaglomerados de galáxias, as maiores estruturas conhecidas no Universo.

Aglomerado de Virgem

Foto de parte do Aglomerado de Virgem.

Share Button
Grupos e Aglomerados de Galáxias
5 (100%) 4 vote[s]
Tagged . Bookmark the permalink.

Comments are closed.