Planeta Júpiter

planeta júpiterPlaneta Júpiter, o maior planeta do Sistema Solar. É também o quinto planeta a contar do Sol. O planeta Júpiter é um planeta gasoso e possui mais massa que todos os planetas do Sistema Solar juntos. Este é o planeta do Sistema Solar com mais satélites naturais conhecidos, contando atualmente com 67. Neste artigo vamos conhecer mais sobre este planeta gigante, conhecer as principais características do planeta Júpiter.

O planeta Júpiter está a uma distância média de 778,3 milhões de km do Sol. Sua distância em relação ao Sol varia de 740,7 milhões de km (periélio) até 816 milhões de km (afélio).

O planeta Júpiter orbita ao redor do Sol a uma velocidade média de 13,7 km/s.

O planeta Júpiter tem cerca de 143.000 km de diâmetro no equador, cerca de 11 vezes superior o diâmetro da Terra, fazendo dele um gigante do Sistema Solar. Este é um planeta gasoso constituído essencialmente por hidrogénio e hélio, ainda que provavelmente tenha um núcleo com elementos mais pesados. Diferente dos planetas rochosos (como o planeta Terra por exemplo) este planeta não possui uma superfície sólida.

O planeta Júpiter demora menos de 10 horas a completar uma rotação sobre si próprio, tendo a rotação mais rápida dos planetas do Sistema Solar. Júpiter demora cerca de 11,86 anos a completar uma volta ao Sol.

O planeta Júpiter possui um sistema de anéis ainda que muito menor e menos brilhante que o planeta Saturno.

Este planeta possui uma espessa camada de nuvens na sua atmosfera, constituída por bandas de várias cores. Essa diferença de cores é explicada por pequenas variações na constituição química e na temperatura.

Um dos aspectos mais marcantes do planeta Júpiter é a chamada Grande Mancha Vermelha, uma grande tempestade que possui uma forma oval e tem cor vermelha. A Grande Mancha Vermelha já é observada desde pelo menos 1665, algumas décadas depois da invenção do telescópio.

O planeta Júpiter já foi visitado por várias sondas espaciais que nos permitiram ficar a conhecer mais sobre Júpiter e também sobre seus satélites. A Pioneer 10 passa pelo planeta em 1973; a Pioneer 11 em 1974. Mais tarde, em 1979, foi a vez da sonda Voyager 1 e da sonda Voyager 2 visitar o planeta Júpiter. Em 1992 foi a vez da sonda Ulysses. Em 1995 a sonda Galileu entrou em órbita em volta de Júpiter, ficando em órbita até 2003, sendo esta a primeira e única sonda até agora a ficar em órbita em volta de Júpiter.

Grande Mancha Vermelha

Grande Mancha Vermelha do planeta Júpiter

Atualmente o planeta Júpiter possui 67 satélites naturais conhecidos. Desses satélites podemos destacar os 4 maiores, descobertos por Galileu Galilei no início do séc XVII, que ele chamou de satélites de Médicis:

- Ganimedes, com 5.262 km de diâmetro, é não só o maior satélite de Júpiter como também o maior de todos os satélites do Sistema Solar. Este satélite tem um diâmetro maior que o do planeta Mercúrio. Ganimedes orbita a uma distância média de 1.070.000 km de Júpiter;

- Calisto, o segundo maior satélite do planeta Júpiter com 4.821 km de diâmetro, e o terceiro maior satélite do Sistema Solar. O satélite Calisto orbita a uma distância média de 1.880.000 km do planeta Júpiter;

- Io, com 3.642 km de diâmetro, é o terceiro maior satélite de Júpiter e o quarto maior do Sistema Solar. O satélite Io orbita a uma distância média de 420.000 km de Júpiter;

- Europa, com 3.122 km de diâmetro é o quarto maior satélite do planeta Júpiter e orbita a uma distância média de 670.000 km do planeta.

Todos os outros satélites de Júpiter têm menos de 200 km de diâmetro. Dos 67 satélites atualmente conhecidos, 51 deles têm menos de 10 km de diâmetro.

Share Button
Planeta Júpiter 4.67/5 (93.33%) 3 votes
Tagged , , , . Bookmark the permalink.

Comments are closed.