Rosetta – Sonda espacial rumo ao cometa Churyumov-Gerasimenko

Sonda RosettaA sonda espacial Rosetta foi lançada pela Agência Espacial Europeia (ESA) em 2 de Março de 2004 com o objetivo de estudar o cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko. Se tudo correr como previsto, a sonda Rosetta alcançará o cometa em Maio de 2014.

O cometa Churyumov-Gerasimenko é um cometa periódico descoberto em 1969. Atualmente, este cometa completa uma órbita em volta do Sol em 6,45 anos. Porém, a órbita deste cometa tem sido alterado ao longo do tempo por ação da força da gravidade do planeta Júpiter, que tem “empurrado” o cometa mais para o interior do Sistema Solar. A análise da órbita deste cometa, aponta para que antes de 1840 a sua órbita era de tal ordem afastada do interior do Sistema Solar, que o seu periélio (ponto mais próximo do Sol) era de 4 UA, uma distância que não permitia ser observado a partir da Terra. Nesse ano, devido à ação gravitacional de Júpiter, o periélio passou para cerca de 3 UA. Atualmente o periélio está em cerca de 1,24 UA, já o seu afélio (ponto da órbita mais afastado do Sol) é de 5,68 UA. O diâmetro do cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko é de aproximadamente 3 km x 5 km.

Este cometa é o alvo da sonda espacial Rosetta. Durante quase 2 anos, esta sonda irá fazer um estudo bastante detalhado deste cometa, aliás será o estudo mais aprofundado alguma vez feito a um cometa. Esta missão espacial, se tudo correr como planeado, será a primeira a ter uma sonda a orbitar um cometa e também um módulo de aterragem a pousar na superfície de um cometa. Para além disso a sonda Rosetta acompanhará o cometa ao longo da sua órbita e irá observar o comportamento do cometa, que é um corpo gelado, à medida que se aproxima do Sol.

A sonda Rosetta possui um orbitador que ficará em órbita do cometa Churyumov-Gerasimenko, tendo com 11 instrumentos científicos, e um módulo de aterragem de nome Philae, que leva consigo 10 instrumentos científicos, e que irá pousar na superfície do cometa. Inclusivamente irá perfurar o cometa em mais de 20 cm com o intuito de fornecer informação sobre a sua composição química.

Desde o seu lançamento em Março de 2004 até chegar ao cometa em Maio de 2014, passou uma década. Neste intervalo de tempo, a sonda fez 4 manobras assistidas pela gravidade. 3 delas pela gravidade do planeta Terra (em 4 de Março de 2005, 13 de Novembro de 2007 e em 13 de Novembro de 2009) e 1 pela gravidade do planeta Marte (25 de Fevereiro de 2007). Em 5 de Setembro de 2008 a sonda Rosetta passou pela proximidade do asteroide 2867 Steins, e em 10 de Julho de 2010 passou próximo do asteroide 21 Lutetia.

A sonda entrou em “hibernação” em Junho de 2011, e “acordou” em Janeiro de 2014.

Se tudo correr como planeado, em Maio de 2014 a sonda Rosetta chegará próximo do cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko, e em Novembro de 2014 o módulo pousador Philae pousará na superfície do cometa.

NOTA: a informação apresentada neste artigo já teve desenvolvimentos:

1 – No dia 6 de Agosto de 2014 a sonda espacial Rosetta entrou em órbita do cometa. Para saber mais leia o artigo: Sonda Rosetta em órbita do cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko.
2 – No dia 12 de Novembro de 2014 o módulo de aterragem Philae pousou no núcleo do cometa. Para saber mais leia o artigo: Philae pousou no cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko.

(Artigo atualizado em 13/11/2014)

Share Button
Classifique este post
Tagged , , , . Bookmark the permalink.

Comments are closed.