Telescópio refletor

Telescópio refletorUm telescópio refletor é um instrumento óptico que tem um espelho como objetiva, ao contrário do telescópio refrator em que sua parte óptica é constituída apenas por lentes. O primeiro tipo de telescópio a ser inventado foi o refrator (também chamado de luneta), seguindo-se então o refletor sobre o qual vamos falar neste artigo.

Em 1616 houve uma tentativa de se criar um telescópio refletor por parte de Niccolo Zucchi, porém devido a algumas dificuldades técnicas que ele não conseguiu resolver, acabou por não ser bem sucedido nessa sua tentativa. Na época já existia o telescópio refrator (luneta), instrumento utilizado por Galileu Galilei e que serviu de base para uma grande revolução na ciência.

Por volta do ano de 1668, o famoso astrónomo Isaac Newton acabaria por contornar as dificuldades sentidas por Nicollo Zucchi e construiu assim o seu telescópio refletor. Este tipo de telescópio ficou conhecido por telescópio newtoniano. Este novo tipo de instrumento de observação veio solucionar o problema da aberração cromática característico das lunetas.

Telescópio Newton

Esquema do telescópio newtoniano. Clique para ampliar. Credito: Szőcs Tamás

O telescópio de Newton possui como objetiva um espelho primário concavo que recebe a luz do exterior, estando esse espelho no fundo de um tubo. A luz é refletida para um pequeno espelho que está na diagonal, que por sua vez reflete a luz para a ocular, permitindo que a observação seja feita na perpendicular ao eixo do tubo.

Com o tempo surgiram telescópios refletores com características um pouco diferentes do telescópio refletor newtoniano. Um dos mais conhecidos foi o telescópio refletor de Cassegrain, tendo esta versão sido inventado pelo astrónomo francês Laurent Cassegrain por volta de 1672. No telescópio de Cassegrain, a ocular fica atrás da objetiva, sendo a objetiva constituída por um espelho concavo que reflete a luz para um espelho secundário que é convexo, refletindo por sua vez a luz para trás do espelho principal, passando por um orifício situado no seu centro, formando assim a imagem na ocular. Atualmente existem várias versões diferentes do telescópio Cassegrain.

Telescópio Cassegrain

Esquema do telescópio Cassegrain. Clique para ampliar. Crédito: Szőcs Tamás

Os telescópios refletores são muito populares entre os astrónomos amadores. Para igual abertura (tamanho da objetiva), um refletor de Newton é mais económico que uma luneta. Isto também significa que, para um determinado orçamento disponível, é possível termos um telescópio de maior abertura se optarmos por um refletor newtoniano em vez de optarmos por uma luneta.

Para além disso, um refletor não tem o problema da aberração cromática. Os telescópios refletores de Cassegrain são mais complexos e de maior dificuldade de construção que um telescópio de Newton, pelo que, para igual abertura, um Cassegrain é mais caro.

Para os astrónomos amadores que procuram telescópios com a maior abertura possível ao menor custo possível, ou seja, a melhor relação entre tamanho da objetiva e preço, existe o telescópio de Dobson. O telescópio de Dobson, inventado pelo astrónomo amador John Dobson, é um refletor de Newton com uma montagem azimutal muito simplificada e de baixo custo, minimizando os custos de produção, pois a prioridade é dada ao tamanho da objetiva.

Atualmente os maiores telescópios do mundo são refletores, como é o caso do Gran Telescopio Canarias e os Keck 1 e Keck 2.

Share Button
Telescópio refletor
5 (100%) 3 votes
Tagged . Bookmark the permalink.

Comments are closed.