Via Láctea – A nossa Galáxia

Via LácteaA Via Láctea é a galáxia da qual faz parte o nosso Sistema Solar. A Via Láctea terá possivelmente cerca de 200 biliões de estrelas (ou 400 biliões de estrelas segundo outras estimativas), sendo o nosso Sol apenas uma dessas estrelas. Vamos conhecer um pouco mais sobre a Via Láctea, este enorme aglomerado de estrelas, planetas, gás, poeiras, entre outros elementos.

Desde a antiguidade que o Homem tem observado uma faixa esbranquiçada que atravessa o céu noturno. Nos dias atuais, em locais com pouca iluminação e com o céu limpo, nós também a podemos observar. Esse brilho ténue provêm de muitos milhões de estrelas que formam a galáxia da qual fazemos parte e à qual chamamos de Via Láctea.

A natureza dessa faixa esbranquiçada passou a ser melhor compreendida quando Galileu Galilei, no séc. XVII, apontou o seu telescópio e observou que era constituída por estrelas muito pouco luminosas, que não eram visíveis à vista desarmada. Muito mais aprendemos sobre a Via Láctea desde essa época, e apesar de ainda existirem muitas questões, já podemos apresentar um panorama geral sobre a nossa galáxia.

Uma galáxia é portanto constítuida por um enorme aglomerado de estrelas com seus respectivos planetas, diversos objetos celestes diferentes, gás, poeiras, matéria escura, etc.

A galáxia da Via Láctea tem um diâmetro de cerca de 100.000 anos-luz. No centro da Via Láctea existe um buraco negro muito massivo, com cerca de 4 milhões de massas solares, conhecido como Sagitarius A*. A região central da nossa galáxia é um bojo constituído principalmente por estrelas velhas. Esse bojo tem cerca de 15.000 anos-luz de diâmetro e 6.000 anos-luz de espessura.

A galáxia da Via Láctea é uma galáxia espiral e é constituída por um disco onde se encontram os seus braços espirais. O disco da Via Láctea com cerca de 2.000 anos-luz de espessura, é mais “fino” que o bojo. A nossa galáxia tem 4 braços espirais principais e outros braços menores. O Sol situa-se no Braço de Órion.

O nosso Sistema Solar situa-se a cerca de 26.000 anos-luz do centro da galáxia, e demora cerca de 200 milhões de anos a completar uma volta à galáxia (translação), deslocando-se a uma velocidade média de aproximadamente 240 km/s.

A Via Láctea tem ainda à sua volta o halo, uma enorme região em volta da galáxia onde existem estrelas anãs, aglomerados globulares, entre outros elementos.

A Via Láctea possui várias galáxias satélites conhecidas, nomeadamente: Grande Nuvem de Magalhães, Pequena Nuvem de Magalhães, Galáxia Anã de Sagitário, Anã do Cão Maior, Anã da Ursa Menor, Anã da Ursa Maior I, Anã da Ursa Maior II, Anã do Dragão, Anã de Carina, Anã do Sextante, Anã do Escultor, Anã de Fornax, Leo I, Leo II, entre outros elementos.

A Via Láctea pertence a um grupo de mais de 35 galáxias chamado de Grupo Local. A maior galáxia do Grupo Local é a galáxia de Andrómeda, seguindo-se a Via Láctea.

Share Button
Via Láctea – A nossa Galáxia
4.3 (86.67%) 60 votes
Tagged , . Bookmark the permalink.

Comments are closed.