O que é um planeta anão?

Quais são as diferenças entre um planeta e um planeta anão? Quais são os aspectos que caracterizam os planetas anões? Quais são os planetas anões que existem no Sistema Solar? Essas são algumas das questões que vamos abordar neste artigo.

Plutão e três das suas luas

Plutão e três das suas luas

Em Agosto de 2006 a União Astronómica Internacional criou o termo planeta anão para designar os corpos celestes semelhantes aos planetas (ainda que mais pequenos), que orbitam em volta do Sol e que possuem gravidade suficiente para assumir uma forma com equilíbrio hidrostático (aproximadamente esférica) mas que não possuem uma órbita desimpedida, isto é, na sua órbita existem outros corpos celestes, nomeadamente asteróides.

Actualmente são reconhecidos cinco planetas anões: Ceres, Plutão, Haumea, Makemake e Éris. Existem outros ojectos celestes candidatos a ser considerados planetas anões.

Ceres situa-se entre as órbitas de Marte e Júpiter e faz parte do cinturão de asteróides. A sua distância média em relação ao Sol é de aproximadamente 2,76 UA*. Ceres tem 950 km de diâmetro. Descoberto em 1801 pelo astrónomo italiano Giuseppe Piazzi, Ceres foi desde logo considerado como planeta. Porém, outras descobertas vieram colocar em causa esta classificação. Em 1802 foi descoberto Pallas, em 1804 foi descoberto Juno, em 1807 foi descoberto Vesta, todos estes com órbitas muito parecidas com a de Ceres. Outros objectos celestes foram descobertos naquela área, pelo que Ceres deixou de ser considerado planeta e passou a ser considerado asteróide, tal como os outros objectos celestes que entretanto tinham sido descobertos. Com esta nova classificação, Ceres passou a ser considerado planeta anão em Agosto de 2006.

Plutão foi descoberto em 1930 pelo astrónomo Clyde Tombaugh. Desde logo, este corpo celeste com cerca de 2300 km, foi chamado de planeta. Plutão haveria de perder este título em Agosto de 2006 com a criação da categoria de planeta anão. A distância média de Plutão ao Sol é de 39,5 UA*.

Haumea, com um diâmetro de aproximadamente 1960 × 1518 × 996 km, possui uma forma alongada. Haumea foi descoberto em Dezembro de 2004, e em Setembro de 2008 foi confirmado como planeta anão. A distância média de Haumea ao Sol é de 43 UA*.

Makemake, com um diâmetro de cerca 1.500 km, foi descoberto em Março de 2005 e classificado como planeta anão em Julho de 2008. A distância média de Makemake ao Sol é de 45,3 UA*.

Éris, com um diâmetro que ronda os 2.320 km, foi descoberto em Janeiro de 2005. Foi a partir desta descoberta que surgiu a polémica que culminaria com o surgimento da categoria de planeta anão. Dado que Éris (inicialmente apelidado de Xena) seria ligeiramente maior que Plutão, e se não fosse considerado como planeta, então não haveria justificação para se considerar também Plutão como planeta. A distância média de Éris ao Sol e de 68 UA*, porém a órbita deste planeta anão tem uma excentricidade bastante elevada (varia de 38,5 UA a 97,5 UA do Sol).

Dos cinco planetas anões considerados actualmente, todos eles excepto Ceres, fazem parte do grupo chamado de plutóides. O que são plutoides? São planetas anões que têm sua órbita para lá da órbita de Neptuno, como é o caso de Plutão (de onde vem o nome de plutóide).

Existem muitos outros candidatos a entrar na categoria de planetas anões, pelo que em breve esta lista de planetas anões poderá vir a ser maior.

*UA = Unidade Astronómica – corresponde aproximadamente à distância média entre a Terra e o Sol. O valor exato da Unidade Astronómica (UA) é 149.597.870.700 metros, sendo muitas vezes arredondado para 150 milhões de km, para uma melhor compreensão.

Share Button
O que é um planeta anão? 3.80/5 (76.00%) 10 votes
Tagged , . Bookmark the permalink.

Comments are closed.