Satélites de Júpiter

Satélites de JúpiterAtualmente conhecemos 69 satélites naturais que orbitam o planeta Júpiter. Os satélites de Júpiter são muito diferentes uns dos outros, sendo que alguns fazem parte dos maiores satélites entre todos os planetas do Sistema Solar possuindo alguns milhares de km de diâmetro, enquanto que muitos outros são pequenos “rochedos” com poucos quilómetros de diâmetro. Vamos assim de seguida apresentar um panorama geral sobre os satélites de Júpiter.

O planeta Júpiter possui um interessante sistema de satélites naturais (luas), com uma grande diversidade de elementos. As 4 maiores luas de Júpiter são: Ganimedes, Calisto, Io, Europa. Estas luas foram descobertas em 1610 pelo astrónomo Galileu Galilei, ficando por isso conhecidas como as luas galileanas.

O maior satélite natural do planeta Júpiter é Ganimedes com 5.262 km de diâmetro, sendo também o maior satélite no Sistema Solar. Para além disso, curiosamente Ganimedes é até maior que o planeta Mercúrio. Assim, se Ganimedes orbitasse diretamente em volta do Sol em vez de orbitar o planeta Júpiter, poderia facilmente ser considerado um planeta.

Ganimedes

Ganimedes

 

O segundo maior satélite de Júpiter é Calisto com 4.820 km de diâmetro, sendo também o terceiro maior satélite no Sistema Solar.

Calisto

Calisto

 

O terceiro maior satélite de Júpiter é Io com 3.642 km de diâmetro, sendo ligeiramente maior que a nossa Lua. Io é o corpo celeste do nosso Sistema Solar com maior atividade vulcânica, possuindo cerca de 400 vulcões ativos.

Io

Io

 

O quarto maior satélite de Júpiter é Europa com 3.121 km de diâmetro. Esta lua de Júpiter é composta por uma superfície de gelo, e é possível que debaixo da crosta gelada exista um oceano de água salgada.

Europa

Europa

 

Depois das 4 grandes luas do planeta Júpiter, seguem-se luas muito mais pequenas. Em quinto lugar surge Amalteia, um objeto celeste com uma forma irregular cujas dimensões são aproximadamente 246 x 146 x 128 km. Seguindo-se Himalia com cerca de 170 km diâmetro. Depois vem Tebe com um diâmetro de 116 x 98 x 84 km.

Depois destes satélites, os outros possuem menos de 100 km de diâmetro: Elara (86 km), Pasife ou Pasiféia (60 km), Métis (60 x 40 x 34 km), Carme (46 km), Sinope (38 km), Lisiteia (36 km), Ananke (28 km), Adrasteia (20 x 16 x 14 km).

Todos os outros satélites de Júpiter, ainda não mencionados, possuem menos de 10 km de diâmetro sendo que alguns possuem mesmo cerca de 1 km de diâmetro.

Share Button
Satélites de Júpiter
5 (100%) 2 votes
Tagged , . Bookmark the permalink.

Comments are closed.